domingo, 18 de septiembre de 2016

DOCUMENTO : PEDRO ALVAREZ DE SOTOMAYOR.

"... Item, senhores, falando no conde de Caminha, diz o dito rey, meu senhor,que Vossas Altezas ho devem mandar restiutuyr a Bayona  e toda las outras cousas, que possuya a o tempo que se juntou con ho dito rey, meu senhor, segundo se contem no capytolo geeral que de tays restituycoeés fala, ao que non faz embargo algüas deferen- cas et dissensoeés, em que o dito conde anda con algüs seus con- trairos 


por ca1rrego de sua honrra; no qual Vossas Altezas devem denteder e proveer per vya de justicia et de temperanca, que se antre tays pessoas deve teer em semelhantes casos, e por  esto nom se deve retardar a dita restituyicam e comprir  com ho dito rey, meu senhor, em todo, segundo ho capytolado e jurado, ho que o dito rey,  meu senhor, muyto deseja
polo que a ele pertence requerer por conservacam de dito capitolado; e muyto lhe 

aprazeraa de ho dito conde seer ouvido et lhe seer guardado todo seu dereito acerca das cousas que se contra ele poeë e per Vossas Altezas conservado polo grande carrego que dele tem; nem embarga e se fazer a dita' restituycam a'o dito conde os presoneiros, que se diz elle teer, por seerem de tal calidades pera non deverem seer soltos per bem do capitolado, visto como non foram presos en seus reignos de Portugal,

 e ho dito conde hee voso e de vossos reignos et obediencia, quanto mays que o dito 
conde retem nos ditos presoeiros por seguramca doutros seus, que lhe non sam restituydos e soltos. e por outras cousas suas, que per seus mesmos contrairos lhe sam 
reteudas; e se ho dito conde non compre na soltura dos ditos presos com seus contrairos, esto hee porque os ditos seus contrairos non cumprem com ele; 

e por tanto se deve dar ordem e forma como os presoneiros de hüa e da outra parte se soltem em huü dia e ora, e se facam emtregas da hüa ,e da outra parte, ou saja todo tirado da maáo das partes e posto em maüo da justica, e emtam entemdasse em elo per vya de dereito; restituydo ho dito conde porem primeiro a Bayona e a todo ho al quo
tinha ao tempo que se meteo en serviço do dito rey, meu senhor.

  A qual restituyçam sem duveda Vossas Altezas sam obrigadas fazer per bem do capitulado, nem ha podées denegar por algúa das cau-sas susoditas, nen outras cousas que se digam ho dito conde fazer en vosos regnos depoys do capitolado e denegamdo na dita restituy-çam hys e fazées contra ho dito capitolado...."


                                                       FUENTE:

"Documentos referentes a las relaciones con Portugal durante el reinado de los Reyes Católicos"  Vol II (AÑO 1958).


(( Antonio de la Torre y del Cerro,Luis Suarez Fernandez))

No hay comentarios:

Publicar un comentario